Como surgiu e de onde veio a palavra Algoritmo? OAH

A história remonta a era antes de Cristo, quando, no ano 300 a.C, surgiu o Algoritmo de Euclides, o mais antigo que se tem conhecimento e curiosamente ainda em uso. Conhecido como um método simples e eficiente consiste em encontrar o máximo divisor comum entre dois números inteiros diferentes de zero, conceito largamente difundido na Matemática.

Euclides era um matemático que vivia na Grécia e como muitos outros gregos dessa época, deixou um legado de obras importantíssimas e fundamentais para o desenvolvimento das propriedades numéricas e geométricas que hoje utilizamos. Uma delas é a coleção Elementos, onde ele descreve uma receita simples de instruções que podem ser executadas com lápis e papel, ou seja, algoritmo. Séculos mais tarde, em 825 a.C, o algoritmo foi reinventado de forma independente na Índia e na China, com a finalidade de resolver equações relacionadas com Astronomia e elaboração de calendários precisos.

O conceito de algoritmo foi formalizado pela primeira vez em 1936, quando Alan Turing, um dos fundadores da Ciência da Computação, modalidade que estuda os algoritmos, bem como suas aplicações e implementação na forma de software, tentou capturar seu significado com a introdução da Máquina de Turing, um dispositivo teórico também conhecido como máquina universal.

Juntamente com Alan Church, matemático norte-americano responsável, dentre outras coisas, pelo cálculo lambda, um sistema matemático formal que investiga funções e suas aplicações, Turing elaborou uma tese comprovando que os computadores não estavam limitados aos aspectos lógicos do seu funcionamento (memória, estados e transições). Pelo contrário, segundo Turing e Church, os computadores eram capazes não somente de executar os algoritmos, como também de cumprir qualquer operação que um programa real cumprisse. A tese foi refutada por falta de provas matemáticas, mas levou muitos matemáticos modernos a denominarem a Máquina de Turing como “Turing-computável”, ou simplesmente “computável”, além de ter provocado o aparecimento de outros formalismos para o conceito de algoritmo.

A origem do vocábulo nasceu aí, influenciado pelo nome do matemático persa Abu Ja’far Mohammed ibn Mûsâ al-Khowârizm, que escreveu um manual intitulado Kitab al jabr w’al-muqabala, que traduzido para o latim resultou em algo como Algoritmi de numero Indorum. O tradutor teria confundido o nome do autor (Algoritmi) com o plural de números em latim (algorismus).

Assim, o conceito de algoritmo se fixou, mesmo que por analogia, ao longo de séculos. É curioso observar, que, em todos os milhares de anos de evolução dos algoritmos, os homens preocuparam-se também em construir máquinas que pudessem executá-los.

Esse post e muito mais sobre algoritmo e as olimpíadas de algoritmo da Hostnet (OAH) você pode encontrar no site: http://www.hostnet.com.br/oah/